Confira algumas das perguntas que mais recebemos no consultório do Dr. Marcelo Vilar, em Curitiba e entenda mais sobre o procedimento da Cirurgia Refrativa.

Quando fazer sua Cirurgia Refrativa a Laser?

O tratamento é indicado para qualquer idade, a partir dos 18 anos. Após os 40 anos soma-se ao grau de longe o grau de perto (presbiopia ou vista cansada) e deve-se considerar a possibilidade do uso de óculos para leitura ou trabalhos de perto.

Cirurgia refrativa a laser | Dr. Marcelo Vilar

Clique aqui e faça um TESTE VIRTUAL PARA saber se você está apto para a CIRURGIA A LASER.

Quais exames são solicitados para realizar cirurgia refrativa?

Na avaliação pré-operatória da cirurgia refrativa, além da consulta oftalmológica normal serão realizados alguns exames complementares (Topografia e tomografia de córnea, paquimetria, microscopia e mapeamento de retina) mais específicos para afastar a possibilidade de haver as alterações e degenerações oculares que contraindiquem a cirurgia.

Quais as indicações da cirurgia a laser?

A Cirurgia Refrativa a Laser é indicada em pacientes com miopia, hipermetropia e astigmatismo que têm desejo de diminuir a dependência de óculos ou lentes de contato.

Cirurgia Refrativa – Quais são as Contraindicações?

Algumas pessoas não podem se submeter a cirurgia, caso apresentem:

*Doenças oculares infecciosas em atividade, como conjuntivite, blefarite, ceratite ou úlcera de córnea.
*Ceratocone: deformidade e afinamento da córnea de origem geralmente familiar.
*Gravidez.

Tenho miopia e astigmatismo, a cirurgia refrativa laser trata os 2 problemas?

A cirurgia refrativa a laser permite corrigir graus de miopia, hipermetropia, assim como astigmatismo isolado ou em associação com os anteriores. A amplitude de correção depende dos parâmetros dos exames de cada paciente.

O que é Cirurgia Refrativa Personalizada?

Dois olhos com o mesmo vício de refração (os comumente chamados “graus” de miopia, hipermetropia ou astigmatismo), não serão necessariamente iguais quanto a outros parâmetros oculares como curvatura, comprimento, espessura da córnea e aberrações ópticas.

A cirurgia refrativa tradicional apesar da alta tecnologia, corrige os graus sem levar em conta a individualidade dos olhos.

A cirurgia refrativa personalizada não se restringe apenas à correção dos vícios de refração, mas avalia as características individuais de cada olho (personalização) para a programação cirúrgica específica.

A Cirurgia Refrativa dói? É necessária internação?

Não dói, a cirurgia a laser é realizada sob anestesia tópica (colírio) e leva em média 15 minutos por olho. Não é necessária internação antes ou após a cirurgia e os pacientes são liberados imediatamente após o procedimento.

Você também pode gostar de:

Cirurgia refrativa a laser em Curitiba
Cirurgia de miopia: existe grau mínimo?

Quantos dias antes da consulta devem ser suspensos o uso das lentes de contato?

Para usuários de lentes de contato gelatinosas, recomenda-se ficar no mínimo 2 dias sem colocá-las antes da consulta pré-operatória. As pessoas que usam lentes de contato rígidas devem suspender seu uso no mínimo 5 dias antes da consulta.

Em alguns casos, é necessário suspender o uso das lentes de contato por tempo mais prolongado, caso seja detectada alguma alteração na topografia corneana.

O que acontecerá com a minha cirurgia refrativa quando eu ficar mais velho?

Quando chegamos aos 40 anos, o mecanismo do cristalino – que nos ajuda a focalizar as imagens para perto – não funciona tão bem quanto antes, causando a presbiopia (vista cansada). Como resultado, a maioria de nós necessitará de óculos para leitura.

Qual é o preço da Cirurgia Refrativa a Laser?

Pessoas de todos os níveis de renda podem fazer a cirurgia. Além do preço menor, atualmente é possível parcelar o pagamento ou pagar através de cartão de crédito. Todo o custo da cirurgia pode ser reembolsado através de restituição na sua declaração de imposto de renda. Além disso, alguns convênios cobrem parcialmente ou mesmo integralmente os custos da cirurgia.

Faça o cálculo de quanto será gasto em óculos ou lentes de contato nos próximos anos, e você verá que o preço da Cirurgia Refrativa a Laser, em médio prazo, é menor do que o preço gasto em óculos ou lentes.

Usando óculos multifocais, bifocais ou óculos para longe e também para perto, eu posso fazer a cirurgia refrativa?

Sim. A maioria das pessoas necessita usar óculos para leitura após os 40 anos de idade, devido à diminuição da elasticidade do cristalino que ocorre à medida que envelhecemos, chamada presbiopia.

Nesta faixa etária, quando o paciente utiliza óculos para longe e também para perto, óculos multifocais, ou bifocais, a Cirurgia Refrativa a Laser pode ser programada de duas maneiras: uma opção é corrigir a visão para longe, sendo necessário apenas óculos para leitura de perto. Outra opção para esta faixa etária é a chamada Mono visão, que permite visão satisfatória tanto para longe quanto para perto.

Estas opções serão discutidas na consulta pré-operatória, caso você utilize correção para visão de longe e também de perto, sendo possível fazer um teste para saber qual a melhor opção para seu caso.

O que acontece se eu mexer meus olhos durante a Cirurgia Refrativa a Laser?

A tecnologia utilizada pela Cirurgia Refrativa a Laser tem medidas de segurança para aumentar a precisão do procedimento. Durante a aplicação do Excimer Laser, o feixe de laser acompanha todos os movimentos que o olho possa realizar guiado por um dispositivo chamado Eye Tracker.

Caso o olho se movimente, o Eye Tracker detecta com alta velocidade e precisão este movimento e redireciona o laser para o novo local para onde o olho se movimentou. O cirurgião acompanha e supervisiona o funcionamento do Eye Tracker através de um microscópio cirúrgico, e pode parar a cirurgia por alguns instantes, para em seguida reinicia-la, sem comprometer o sucesso da cirurgia.

Quanto tempo após a Cirurgia Refrativa pode-se voltar às atividades normais?

Pacientes sentem-se aptos a exercer atividades normais no dia seguinte à cirurgia refrativa na grande maioria dos casos. Os primeiros 2 a 3 dias após a cirurgia são os que necessitam maior atenção. Pode-se assistir televisão, ler e usar computador até no mesmo dia da cirurgia. Atividades físicas sem contato, por exemplo, academias, podem ser iniciadas no dia seguinte.

O que é normal sentir após a Cirurgia Refrativa a Laser?

Um pequeno desconforto ou sensação de olho seco pode ocorrer, e é facilmente aliviada com uso de colírios. Quase todos os pacientes têm fotofobia (sensibilidade à luz) somente no dia da cirurgia. As luzes à noite podem apresentar um brilho exacerbado (ofuscamento) durante alguns dias ou, eventualmente, algumas semanas. É raro que estes sintomas persistam por mais de alguns meses, ou seja, na grande maioria dos pacientes, estes sintomas aparecem no dia da cirurgia e depois desaparecem progressivamente.

A cirurgia refrativa a Laser tem riscos?

A Cirurgia a Laser, quando realizada sob condições ideais, apresenta mínimos riscos de complicações em relação aos benefícios que pode proporcionar. Como em todo procedimento cirúrgico, os riscos existem. A complicação mais frequente que pode ocorrer é haver resíduo do grau tratado, ou seja, a hiper ou a hipo correção. Na maioria das vezes é possível o retratamento dos pequenos graus residuais após alguns meses, caso seja necessário. Enfim, a maioria das complicações que ocorrem podem ser tratadas e resolvidas, não interferindo na visão.

Recomendações após a cirurgia refrativa

*Respeitar a orientação médica, quanto às atividades permitidas e prazo de liberação.
*Usar óculos escuros quando o sol estiver forte.
*Diante de qualquer sintoma estranho, entrar, imediatamente, em contato com o seu médico.
*Evitar praia , piscina, saunas, práticas esportivas (principalmente coletivas), ambientes poluídos onde há poeira, fuligem, etc., uso de maquiagem e carregar animais domésticos.
*Ver televisão com o protetor, mas a visão, provavelmente, estará embaçada.
*Nos primeiros dias após a cirurgia, sua visão será embaçada. Você observará uma melhora gradual no decorrer de alguns dias ou semanas e a visão deverá voltar ao normal, permitindo realizar suas atividades, sem maiores transtornos.
*Comparecer aos retornos e consultas previamente agendadas, para que o médico possa avaliar a estabilização e a resposta ao tratamento.