Marcelo Alves Vilar de Siqueira - Doctoralia.com.br
Conheça 5 razões para investir de uma vez por todas na sua cirurgia refrativa.

Conheça 5 razões para investir de uma vez por todas na sua cirurgia refrativa.

Entre os vários possíveis problemas de visão, a miopia, o astigmatismo e a hipermetropia são os de maior ocorrência. O que eles têm em comum? São erros refrativos. Isso acontece quando a luz não chega com a devida nitidez na retina. Quando penetra no olho, a luminosidade atravessa diferentes estruturas do seu interior, até chegar na retina onde a imagem é formada. O erro de refração pode ser causado por uma série de fatores, como a opacidade interna, o tamanho ou irregularidades da córnea.

Resumidamente, na miopia o paciente enxerga bem de perto, mas tem dificuldade na visão para longe pela curvatura da córnea. A hipermetropia causa o efeito contrário, com boa visão para longe e ruim para perto. É comumente causada pelo comprimento excessivo do globo ocular. O astigmatismo complica a vida da pessoa ainda mais, pois afeta os dois pontos de visão, para longe e para perto, da mesma forma.

Para a resolução definitiva de qualquer um desses erros refrativos, nós da equipe do consultório do Dr. Marcelo Vilar, trazemos 5 motivos diferentes para ajudar você a perceber que as cirurgias podem ser uma ótima opção de tratamento, dependendo das características específicas do seu caso clínico.

Ah! Antes de conferir as dicas, clique no link abaixo e confira se você está apto a realizar uma cirurgia a laser.

Teste Virtual Cirurgia a Laser

1. Bye, bye, óculos. Adios, lentes de contato.

Vários pacientes de erros refrativos adaptam-se melhor aos óculos, enquanto outros preferem as lentes de contato. Opções no mercado não faltam, a evolução das lentes de todos os tipos é inegável, cada vez mais leves, finas e adaptáveis. Estão disponíveis nos mais variados materiais e a tecnologia proporciona soluções muito confortáveis aos mais diferentes perfis.

Porém, sabemos que o uso de óculos ou lentes de contato por erros refrativos é absolutamente compulsório. Portanto, a cirurgia refrativa é uma alternativa perfeita nos casos em que a pessoa já está com o grau estabilizado.

2. Segura, rápida e indolor.

A cirurgia refrativa pode ser realizada utilizando diferentes técnicas afim de solucionar os erros refrativos de cada paciente. No consultório do Dr. Marcelo Vilar, em Curitiba, é realizado uma série de exames para tomar a decisão de qual é a técnica ideal de cirurgia refrativa para cada caso. Algumas delas executadas em nossa clínica são a PRK (abreviação de Photorefractive Keratectomy) e a LASIK (abreviação do inglês de Laser in-Situ Keratomileusis).

Apesar de diferentes, ambos os procedimentos são realizados a laser. O resultado: total segurança e precisão microscópica. Além disso, as cirurgias não costumam durar mais do que 15 minutos, com aplicação de anestesia local em forma de colírio.

3. Técnicas cirúrgicas modernas, recuperação mais rápida.

Quando a técnica de cirurgia refrativa utilizada é a PRK, a visão costuma ficar relativamente embaçada por um período que varia de 6 a 15 dias, sendo comum um certo desconforto ocular, até que o epitélio cicatrize na área tratada. Nesta técnica são utilizadas lentes de contato como tratamento terapêutico por 5 ou 6 dias.

Nos casos em que o procedimento recomendado é o LASIK, a cirurgia é realizada nas camadas internas da córnea. O paciente vai para casa imediatamente após a cirurgia, usando apenas óculos escuros ou protetores de plástico transparente. Isso porque a cicatrização é mais rápida e a inflamação é menos intensa, com redução do desconforto pós-operatório. A recuperação visual acontece em apenas 24 horas. O tempo de aplicação do laser varia entre 10 e 20 segundos por olho, com potencial corretivo máximo de até 10 graus de miopia, 6 graus de hipermetropia e 7 graus de astigmatismo.

4. Manutenção permanente da sua saúde ocular.

Na maioria dos casos, os erros refrativos vão evoluindo de grau com o tempo. Isso significa a necessidade da troca constante da receita de lentes para óculos, investimento em novas armações ou lentes de contato.

As cirurgias refrativas apresentam altíssimos índices de sucesso, inclusive nos casos de pacientes não aptos à realização dos procedimentos a laser. É solução definitiva e não paliativa.

5. 18 mil cirurgias e contando…

Com especialidade em cirúrgica oftalmológica desde 2001 e fellow em cirurgia refrativa e catarata do Hospital de Olhos do Paraná, o Dr. Marcelo Vilar já realizou mais de 18 mil cirurgias refrativas, assim como de ceratocone, catarata, blefarite, olho seco, presbiopia e transplante de córnea, entre outras.

Se você sofre de de miopia, hipermetropia ou astigmatismo, agende sua consulta com o Dr. Marcelo Vilar e cuide da saúde de seus olhos de forma definitiva. Basta ligar para (41) 99616-9915.

3 benefícios da cirurgia refrativa

3 benefícios da cirurgia refrativa

A cirurgia refrativa é o procedimento realizado para corrigir erros refrativos dos pacientes. Casos de miopia, hipermetropia, presbiopia e astigmatismo podem ser tratados com a cirurgia refrativa.

Muitas vezes utilizar lentes de contato e óculos representa para os pacientes um incômodo desnecessário. Por isso, a cirurgia refrativa acaba aparecendo como uma ótima solução para que não se dependa de objetos externos para enxergar com qualidade.

Para que você possa entender mais sobre como funciona a cirurgia refrativa e quais os benefícios que ela pode trazer para você, nós, da equipe do Dr. Marcelo Vilar produzimos este conteúdo. Confira!

A cirurgia refrativa

Cirurgia refrativa é o nome dado às cirurgias realizadas para corrigir erros refrativos. Neste procedimento podem ser utilizadas diferentes técnicas, e para definir a que melhor se adapta à realidade do paciente, é preciso fazer exames pré-operatórios com um profissional especializado em cirurgia refrativa.

Além disso, alguns detalhes precisam ser observados para definir a necessidade e possibilidade de realizar a cirurgia refrativa, como: o paciente precisa ter mais 18 anos e estar com o grau estável, para garantir o bom funcionamento do procedimento.

Com relação às técnicas possíveis, temos o PRK e o LASIK, conheça mais sobre elas.

A técnica de PRK

O procedimento pode ser realizado utilizando a técnica de PRK (Photorefractive Keratectomy), que em sua tradução é a Ceratectomia-Fotorefrativa. Nesta técnica, o cirurgião utiliza um laser para esculpir a córnea do paciente, alterando a curvatura necessária para restaurar a saúde ocular, solucionando os problemas refrativos do paciente.

A técnica LASIK

Abreviação do inglês de Laser in-Situ Keratomileusis, na técnica LASIK, o laser é aplicado nas camadas intermediárias da córnea para solucionar as dificuldades refrativas.

Neste procedimento, a camada superficial da córnea é preservada, pois é realizado um corte antes mesmo de aplicar o laser, fazendo da camada um FLAP (lentícula) que será colocado imediatamente após a aplicação do laser.

Saiba mais sobre o procedimento no vídeo do Dr. Marcelo Vilar:

Os benefícios da cirurgia refrativa

Após a realização da cirurgia refrativa a vida do paciente é alterada, ganhando em maior comodidade e qualidade. Separamos 3 principais benefícios da cirurgia refrativa que nossos pacientes sempre apontam como os mais importantes para eles após o procedimento. Confira!

#1 – Mais liberdade

Em casos mais evoluídos dos erros refrativos, onde os pacientes apresentam graus altos de miopia, hipermetropia, astigmatismo e até mesmo presbiopia, a necessidade da utilização dos óculos é muito maior e causa certa dependência.

Não são raros casos de pessoas que usam óculos falando que não sabem o que fariam sem ele. Afinal, quando o grau é muito elevado, a visão muitas vezes só se dá de maneira embaçada e sem visibilidade pelos pacientes.

Por isso, a maioria das pessoas que passam pela cirurgia refrativa com um oftalmologista especialista, retratam que após o procedimento estão muito mais livres, pois, enxergam melhor a todo momento, sem ficar preso aos óculos.

#2 – Maior qualidade de vida

Justamente por ter mais liberdade, os pacientes também relatam um aumento da qualidade de vida, já que podem viver seu dia a dia com mais comodidade.

Poder enxergar melhor sem os óculos, seja no momento de ler rótulos dos vidros durante o banho, dirigir a noite ou simplesmente poder reconhecer pessoas na rua são fatores que aumentam a qualidade de vida, pois causam a sensação de satisfação e felicidade.

Ter uma visão autossuficiente é um fator muito importante para diversas pessoas, aumentando em alguns casos até mesmo a autoestima desses pacientes.

#3 – Menos preocupação

Ao realizar a cirurgia refrativa, suas preocupações também diminuem. Pois, aquela velha preocupação de esquecer os óculos em casa ou em outros lugares, de perder as lentes de contato e tantas outras acabam não existindo mais.

Por isso, muitas pessoas optam pela cirurgia refrativa, para terem mais segurança, qualidade de vida e muito menos preocupação no seu dia a dia.

Cuide da saúde dos seus olhos e invista na sua qualidade de vida. Agende sua consulta com o especialista em cirurgia refrativa, Dr. Marcelo Vilar pelo WhatsApp (41)99616-9915 🙂

Cirurgias refrativas corrigem o grau para sempre?

Cirurgias refrativas corrigem o grau para sempre?

Todo procedimento causa dúvidas, independentemente se é um procedimento simples ou um que exige mais cuidado. E claro, com as cirurgias refrativas não podia ser diferente.

Muitas pessoas têm o sonho de deixar de depender dos óculos, sem precisar deles para enxergar em qualquer momento do seu dia. Nesses casos, a cirurgia refrativa aparece como uma ótima opção de se emancipar dos óculos e se livrar dos graus que dificultam a vida de quem possui erros refrativos.

Nós, da equipe do Dr. Marcelo Vilar decidimos separar algumas informações importantes e rápidas sobre as cirurgias refrativas, inclusive respondendo a principal dúvida que recebemos: o grau pode voltar depois de realizar cirurgias refrativas?

Então, se você quer saber mais sobre o tema, confira nosso conteúdo e não deixe de dar uma olhada no vídeo que deixamos abaixo para te auxiliar nesse tema 😉

A cirurgia refrativa

Este tipo de procedimento é realizado para corrigir erros refracionais que os pacientes apresentem. Casos de miopia, astigmatismo, hipermetropia e até mesmo de presbiopia podem ser tratados com a cirurgia refrativa.

Existem diferentes profissionais que realizam este tipo de procedimento para corrigir erros refracionais. O Dr. Marcelo Vilar é um especialista na área, já tendo realizado diversas cirurgias refrativas em pacientes de diversas idades que cumpriam com os critérios clínicos necessários para que seja possível realizar a cirurgia.

Quem pode fazer a cirurgia refrativa

Para realizar a cirurgia refrativa é necessário cumprir com alguns quesitos clínicos que são solicitados. Entre eles é preciso ter mais de 18 anos e estar com o grau estabilizado durante no mínimo dois anos. Mulheres grávidas não podem realizar o procedimento, devido às alterações oculares que ocorrem pela grande quantidade de hormônio durante o período gestacional.

Em situações onde o paciente já passou por outro tipo de procedimento, chamados de pacientes secundários, como transplante de córnea ou cirurgia de catarata também podem ser submetidos à cirurgia refrativa.

O grau é corrigido para sempre?

Uma das principais dúvidas que recebemos aqui no consultório do Dr. Marcelo Vilar é o questionamento se após o procedimento da cirurgia refrativa é possível que o grau volte. A correção da miopia costuma não ter regressão do problema. Porém, se o grau não estiver totalmente estável antes da cirurgia, as chances de o grau voltar posteriormente aumentam.

Em casos de correções de astigmatismo, hipermetropia e presbiopia é possível que ocorram leve regressões de 15% nos primeiros anos.

Para te auxiliar ainda mais no processo de entendimento da cirurgia refrativa, o Dr. Marcelo Vilar produziu um vídeo com diversas informações sobre o procedimento para trazer com mais facilidade as informações importantes sobre o tema. Confira o vídeo abaixo:

Agende já sua consulta com o Dr. Marcelo Vilar. Ligue para os telefones (41)3310-4225, (41)3310-4202, (41)3310-4277 ou fale conosco pelo WhatsApp (41)99616-9915 e cuide dos seus olhos com um profissional especializado e experiente em saúde ocular.

É de Curitiba? Nos visite no endereço Rua Coronel Dulcídio, 199 – 5º Andar, no bairro Batel.

Lentes bifocais e multifocais X cirurgia refrativa: o que compensa mais?

Lentes bifocais e multifocais X cirurgia refrativa: o que compensa mais?

Quando o assunto são as lentes bifocais e lentes multifocais muitas pessoas têm dúvidas sobre como cada uma funciona e se elas realmente podem ser boas opções para sanar o problema de visão.
O questionamento sobre as possibilidades para resolver os erros refrativos é comum, e é natural que se levante diversas opções para encontrar a solução com maior eficiência. Aqui no consultório do Dr. Marcelo Vilar, muitos pacientes chegam com o questionamento de qual seria o melhor tratamento para seu caso.
Para auxiliar nesse processo de consideração entre lentes bifocais, lentes multifocais e cirurgia refrativa, a equipe do Dr. Marcelo Vilar desenvolveu este material. Aqui você vai encontrar informações sobre cada um dos tratamentos citados e como cada um pode solucionar seu problema de presbiopia. Confira!

A presbiopia

Também conhecida como vista cansada, a presbiopia geralmente ocorre pelo avanço da idade, em pessoas acima de 40 anos. É possível também que o problema ocorra devido ao uso não saudável de computadores e celulares.
A presbiopia é um erro refracional que acontece pela perda natural e progressiva da capacidade do olho em focalizar objetos. A doença combina a dificuldade de enxergar de perto e de longe, podendo ser tratada com o uso de lentes que tenham campo de visão para os dois problemas ou então com a cirurgia refrativa.

As lentes bifocais

As lentes bifocais possuem apenas dois pontos focais, para longe e para perto, geralmente apresentando uma clara divisória de transição do grau. Normalmente pessoas que optam por este tipo de lente acabam tendo de movimentar bastante ou o objeto que está tentando focar a visão ou então inclinando a cabeça para ajustar os olhos ao campo correto.
Apesar de ser o tratamento com menor custo entre eles, muitas pessoas reclamam sobre o período de adaptação de óculos que possuem lentes bifocais, o que se dá devido à divisão mais seca que este tipo de lente possui.

Lentes multifocais

Diferentemente das lentes bifocais, como o próprio nome diz, as lentes multifocais possuem mais focos. Neste tipo de lente a transição dos graus para perto e para longe é feita de maneira gradual, possuindo um campo de visão para perto, um intermediário e um para longe.
Estas lentes utilizam uma tecnologia mais avançada, e é possível maior personalização de acordo com cada caso. As diferenças fazem com que os pacientes se adaptem melhor do que no caso de lentes bifocais, porém o preço das lentes multifocais é mais elevado.

Cirurgia refrativa para presbiopia

Casos de presbiopia, assim como os de miopia, hipermetropia e astigmatismo podem ser tratados com a cirurgia refrativa. Apesar do que muitos pensam, a cirurgia refrativa não é demorada e nem dolorida, inclusive é um facilitador para que os pacientes não dependam dos óculos pelo resto da vida.
Na cirurgia refrativa, o paciente em conjunto com o oftalmologista pode optar por corrigir a visão para longe, sendo necessário apenas óculos de leitura para perto, ou então a correção para uma visão satisfatória tanto para perto como para longe.
O procedimento necessita de exames pré-operatórios, e pode ser realizado pelo Dr. Marcelo Vilar com duas técnicas de alta tecnologia: o LASIK e o PRK. Com muita experiência na área, e superespecialista em cirurgia refrativa, Dr. Marcelo Vilar é uma ótima opção para realizar cirurgias refrativas.

Custo benefício de cada tratamento

Quando se trata do custo de cada tratamento, muitas pessoas ficam em dúvida sobre qual opção será a mais benéfica para sua saúde ocular e também qual se encaixa melhor em seu orçamento.
Como dissemos acima, as lentes bifocais são as que apresentam menor preço. E em geral, o custo unitário das lentes é menor do que da cirurgia refrativa. Porém, é preciso analisar mais do que apenas o custo, é preciso entender os benefícios.
Para as lentes bifocais e multifocais, o avanço da presbiopia significa uma troca constante do grau, o que acaba gerando um custo elevado, e claro, sem solucionar o real problema: o erro refrativo. Já a cirurgia refrativa é diferente, ela oferece uma solução duradoura do problema.
A adaptação a cada tratamento também é variada. Apresentando maior dificuldade nos casos das lentes bifocais, uma adversidade média com as lentes multifocais e uma adaptação mais tranquila com a cirurgia refrativa. O período pós-operatório causa apenas um pequeno incômodo nos olhos, e é necessário ficar sem atividades físicas durante 2 ou 3 dias, porém, atividades normais do dia a dia, como assistir televisão, usar computador e outros, podem ser retomadas imediatamente.

Você possui mais dúvidas sobre lentes bifocais, multifocais ou cirurgia refrativa? Mande suas perguntas pelas redes sociais! Agende já sua consulta com o Dr. Marcelo Vilar e cuide da saúde de seus olhos. Ligue para os telefones (41)3310-4225, (41)3310-4202, (41)3310-4277 ou agende pelo WhatsApp (41)99616-9915.

É de Curitiba? Nos visite da Rua Coronel Dulcídio, 199 – 5º Andar, Batel.

Abrir chat
Precisa de ajuda?
Olá, podemos ajudar?
Powered by