web analytics
01/08/2018
Medicina
Dr. Marcelo Vilar

Pterígio – Tratamento, Sintomas, Causas e Prescrição – Dr. Marcelo Vilar

O que causa o Pterígio?

O pterígio é mais comum em pacientes com muita incidência de luz solar, próximos da linha do equador, e em pessoas que trabalham expostas ao sol (pescadores, trabalhadores rurais etc). Ocorre com mais frequência em homens a partir dos 25 anos.

Pelo que foi dito acima, podemos ver que o principal fator de risco para o surgimento do pterígio é a luz solar. Mas também há um fator genético, individual. Ou seja, pessoas que ficam muito expostas ao sol, não desenvolvem o pterígio enquanto outras que morar em locais mais frios, ficam mais dentro de casa, acabam desenvolvendo essa alteração

Qual a evolução do Pterígio?

No começo, o pterígio é pequeno e só é possível ver pequenos vasos sanguíneos na região próxima a córnea. Com o tempo, o pterígeo fica mais grosso, os vasos mais calibrosos e o tecido avança sobre a córnea, em direção ao centro, a pupila. Quando o pterígeo atinge ou chega perto da pupila ele já começa a afetar a visão. Essa evolução é lenta, ao longo de meses ou anos.

Quais os sintomas do Pterígio?

O principal sintoma do pterígio é a vermelhidão do olho. Essa vermelhidão é principalmente no canto do olho, próximo do nariz. Além disso, também ocorre ardência, lacrimejamento, fotofobia, dificuldade em manter os olhos abertos na claridade e sensação de areia nos olhos.

Pterígio pequeno

Pterígio de tamanho médio

Pterígio grande, já atingindo a pupila

O pterígio pode prejudicar a visão ?

Sim. O pterígio pode prejudicar a visão de duas formas. A primeira é tracionando a córnea e consequentemente, distorcendo a formação das imagens. A outra forma é quando ela tampa o eixo visual, isto é, cobre a pupila (também chamada de “menina dos olhos”). (veja as fotos acima)

Qual é o tratamento do Pterígio ?

O tratamento do pterígio nas formas iniciais é apenas com colírios lubrificantes e/ou vasoconstritores para aliviar os sintomas e diminuir a vermelhidão. Mas quando a doença aumenta, o único tratamento possível é a cirurgia.

Como é a cirurgia do pterígio ?

A cirurgia do pterígio  é feita em centro cirúrgico, com anestesia local (ou seja, a pessoa fica acordada e não recebe anestesia geral), dura em média 15 a 30 minutos, e a pessoa vai para casa no mesmo dia e com curativo no olho. Nos primeiros dias, o olho fica vermelho e irritado e com o uso dos colírios vai voltando ao normal em algumas semanas.

imagem mostrando a retirada do Pterígio durante a cirurgia

 

Existem várias técnicas para a cirurgia do pterígio. Em todas elas, realiza-se a retirada total do pterígio, a diferença é no que é colocado no local aonde havia o pterígio. Na técnica mais simples, não coloca-se nada no local. Na técnica mais utilizada coloca-se uma parte de conjuntiva retirada de outro local do olho (transplante de conjuntiva). Em outra técnica, coloca-se um tecido chamado membrana amniótica (transplante de membrana amniotica) que é um tecido retirado da placenta e processado em laboratório especializado.

A colocação desses tecidos ou enxertos (conjuntiva ou membrana amniótica) visa diminuir a chance do pterígio voltar.

Uma técnica antiga que não tem sido mais utilizado para a cirurgia do pterígio é a betaterapia. Por muito tempo ela teve seu papel mas pelas complicações existentes foi substituída pelas técnicas mais modernas.

Pterígio antes da cirurgia e 1 dia depois da cirurgia

Pterígio após da 6 meses da cirurgia

É preciso dar pontos na cirurgia de Pterígio?

Em geral é neccessário dar pontos na cirurgia de pterígio, para fixar os “enxertos” (conjuntiva ou membrana amniótica) colocados. No entanto, em alguns lugares, já é usado uma cola biológica que gruda esses enxertos e evita a necessidade dos pontos. Isso é a cirurgia de pterígio sem pontos.

No vídeo abaixo é possível ver uma cirurgia de pterígio. A cirurgia não foi feita por nós, mas é possível ver a retirada do pterígio, a retirada da conjuntiva sadia que vai ser usada como transplante e a sutura com pontos.

 

 

O Pterígio pode voltar?

Sim, o pterígio pode voltar mesmo após a cirurgia. Por isso é importante a realização dessas técnicas mais modernas com colocação de membrana amniótica ou o transplante conjuntival. O uso da mitomicina C também diminui a chance do pterígio voltar após a cirurgia.

 

 

Marque sua consulta com o
Dr. Marcelo Vilar

Tem dúvidas ou quer uma segunda opinião?
Cadastre-se e ligamos para você.



Depoimentos

  • Vera Maria Porto

    Agradeço a Deus e ao Dr. Marcelo Vilar todos os dias. Gratidão! Não enxergava direito desde os dois ou três anos de idade. Passados quase 40 anos Deus colocou Dr. Marcelo Vilar no meu caminho. Sai da cirurgia enxergando absolutamente tudo. Uma sensação indescritível. Deus o abençoes e toda família linda.

  • Davi Souza

    Extremamente solícito e tem prazer em deixar bem detalhado todos os porquês por trás das tomadas de decisão. Apresenta as opções e detalha bem os prós e contras.

  • Jaqueline Sampaio

    Médico empático e assertivo, grande especialista na sua área, consegue compartilhar seus conhecimentos com desenvoltura e simpatia. Faço acompanhamento com ele desde que me mudei para Curitiba há 12 anos e tenho plena confiança em seu profissionalismo.

  • Tatiane Malaguti

    Recomendo excelente profissional, atencioso, fiz minha cirurgia para correção e miopia a 6 anos e tenho acompanhamento contínuo

  • Marcelo Fuga Fialho

    Excelente profissional, competência técnica unida a empatia e atenção. Recomendo! Equipe de atendimento, também merece destaque, gentileza e comprometimento.

  • Kelly Regina

    Recebi indicação do Dr Marcelo, de duas amigas que operaram com ele e hoje estão livres dos óculos, realizei a cirurgia a 5 meses e estou super feliz com o resultados e o atendimento.
    Medico muito atencioso, me deixou super calma, pois tinha bastante medo, me passou toda confiança e segurança com sua experiência e atenção, tanto no pré operatório quanto no pós. Só tenho a agradecer por toda dedicação e carinho.

  • Jucelia

    O Dr Marcelo supriu todas as minhas expectativas, fui desenganada achando que não teria solução para enxergar melhor e ele me diagnosticou com muita paciência e tirou todas as minhas duvidas. Hoje enxergo 100% graças a esse excelente profissional.

  • Flávia

    Minha mãe estava com catarata, quase perdendo a visão até que recebemos a indicação para o Dr Marcelo e ela realizou a cirurgia que tanto sonhava. Excelente profissional, pontual, competente, tira todas as dúvidas e super atencioso para com a minha mãe, com certeza o melhor!! Obrigada Dr, hoje minha mãe está livre dos óculos e pode enxergar com qualidade!

  • Janaína Lima

    A 5 anos descobri q tenho Ceratocone, passei por vários médicos que nunca me disseram sobre a cirurgia de implante de Anel de Ferrara. Estava crente que não voltaria a ter uma boa visão. Foi quando recebi indicação do Dr. Marcelo, realizei a cirurgia de Anel com ele há 1 ano e tive mais da metade da minha qualidade visual recuperada. Só tenho a agradecer. Cirurgia sem dor, durou 20 minutos e sai sem tampão ,vendo embaçado mais muito bem. Em 2 dias já estava na minha rotina diária. Muito feliz com o resultado e o carinho prestado por esse médico e toda sua equipe.

Fale com o Dr. Marcelo

Comece uma conversa

Clique para começar uma conversa no WhatsApp

A nossa equipe responde rapidamente de segunda a sexta-feira, das 8h as 19h.