30 de agosto de 2017

Erros Refrativos

Ametropia ou erros refrativos da refração ocular causa a perda da nitidez da imagem na retina. Engloba a MIOPIA, a HIPERMETROPIA e o ASTIGMATISMOS, entre outras. As ametropias são corrigidas com o uso de óculos, ou adaptação de lentes de contato, ou cirurgia refrativa. É importante ressaltar que dioptrias (os “graus” dos óculos ou lentes de contato) mínimas de ametropia nem sempre necessitam de correção, dependendo de cada caso, da presença de sintomas e de doenças associadas.



ERROS DE REFRAÇÃO: Miopia – ( Erros Refrativos )

A miopia é um erro refrativo que ocorre quando o olho é mais longo do que o normal, o que faz com que os raios de luz sejam focados muito antes da retina. Para uma pessoa míope, objetos próximos são nítidos, mas objetos distantes – como o quadro negro de uma sala de aula, um sinal de trânsito, ou um rosto do outro lado da rua- ficam embaçados e difíceis de distinguir. Estima-se que mais de 25% dos adultos no mundo todo são míopes.

O que causa a miopia?

Muitas têm sido as explicações dadas pelos especialistas sobre as causas da miopia. Alguns especialistas argumentam que o estado refrativo é geneticamente determinado, outros são da opinião que a miopia surge por causas ambientais. Parece provável que a miopia seja o resultado de uma combinação errada dos diversos fatores.

No decurso do crescimento, os vários fatores que afetam o estado refrativo do olho, como as curvaturas da córnea e do cristalino, o comprimento do olho e os índices de refração dos meios, combinam-se de forma a que o resultado final seja a emetropia (ou seja, sem graduação).



Quais os sintomas da miopia?

Um dos sintomas que podemos considerar como um dos primeiros de um olho míope é a má visão ao longe, estando a visão ao perto preservada. No entanto, é evidente que se um indivíduo é míope de muitas dioptrias, para ver bem de perto teria que se aproximar muito, o que é um fator muito cansativo e incômodo.

O sintoma que mais é relatado e que com freqüência anuncia o aparecimento de miopia é a visão turva dos objetos distantes. É freqüente que nos primeiros estágios do problema, o indivíduo não se dê conta da perda de visão.

Hipermetropia

Hipermetropia é o nome dado ao erro de focalização da imagem no olho, fazendo com que a imagem seja formada após a retina. Isso acontece principalmente porque o olho do hipermétrope é um pouco menor do que o normal. Outras causas incluem aquelas situações onde a córnea ou o cristalino geralmente tem alterações no seu formato que diminuem o seu poder refrativo.

A maioria das crianças apresenta hipermetropia, pois os seus olhos normalmente são menores do que o que deveriam ser. O Hipermetrope geralmente tem boa visão para longe, pois o seu grau, se não for muito elevado, é corrigido pelo aumento do poder dióptrico do cristalino, o que chamamos de acomodação.

Sintomas da hipermetropia:

Fadiga ocular e dores de cabeça. O esforço permanente de acomodação pode ser a causa destas manifestações, mais freqüentes ao fim da tarde e depois do trabalho. Uma fraca hipermetropia passa freqüentemente despercebida até os 35/40 anos, pois o olho “acomoda” para estabelecer uma imagem nítida.

Como corrigir ?

A hipermetropia corrige-se com uma lente convergente (convexa), que recoloca a imagem sobre a retina.
Alivia-se assim o esforço de acomodação ocular e evita-se a fadiga e as dores de cabeça. As lentes para hipermétropes são mais espessas no centro do que nos bordos. A diferença de espessura é tanto maior quanto mais forte for a hipermetropia.

ASTIGMATISMO ( Erros Refrativos )

Astigmatismo é uma anomalia da visão onde a curvatura da córnea é ovalada e não esférica como é o normal, e esta alteração faz com que a luz se refrate em vários pontos da retina, provocando deformações na visão.

Astigmatismo é uma deformação da curvatura do globo ocular, o que resulta numa deficiência visual, onde as imagens aparecem embaçadas ou distorcidas, pois os raios de luz não chegam ao mesmo ponto da retina,

O portador de astigmatismo apresenta dificuldades de enxergar nitidamente  tanto de longe, como também de perto, variando conforme o grau da doença.

O astigmatismo  é uma deformação que afeta a visão tanto de crianças quanto de adultos, podendo ser corrigida com o uso de óculos, lente de contato ou cirurgia.

PRESBIOPIA ( Erros Refrativos) 

A presbiopia é uma alteração visual relacionada à idade, que afeta praticamente todas as pessoas a partir de um determinado momento da vida. Quando você atingir 40 ou 50 anos, pode começar a ter dificuldade em focar objetos próximos, como um livro ou uma revista, especialmente com pouca luz. Se não for corrigida, a presbiopia pode causar dores de cabeça e vista cansada ao trabalhar com objetos próximos.

A partir dos quarenta anos, seu cristalino torna-se menos flexível, tornando mais difícil ajustar o foco dos objetos rapidamente quando variam de distância (de longe para perto). E pode tornar-se mais difícil focar em objetos próximos à medida que formos envelhecendo.

Os sintomas dos Erros Refrativos (presbiopia) são:

  • dores de cabeça quando se realiza tarefas próximas;
  • dores nos olhos durante a leitura;
  • impossibilidade de focar objetos próximos;
  • ardor no olhos;
  • cansaço;
  • dificuldade em ler o jornal, bulas de remédios ou enfiar a linha numa agulha;
  • Sensação de pápebras pesadas.

A progressão desta doença varia de pessoa para pessoa, mas tende a piorar sendo necessário visitas regulares ao oftalmologista para aliviar os sintomas.