web analytics

Catarata

A catarata é o processo da perda da transparência do cristalino, a lente natural dos olhos. Normalmente, o cristalino é incolor e transparente, tendo como objetivo focalizar os objetos/imagens que enxergamos na retina. Com a opacificação do cristalino, as imagens perdem sua nitidez e qualidade. Esse problema acomete milhões de pessoas em todo mundo, sendo a principal causa de cegueira reversível, que felizmente pode ser tratada pelo processo de cirurgia de catarata, tratamento realizado pelo oftalmologista Dr. Marcelo Vilar, em Curitiba.

O que é catarata e como funciona a cirurgia de catarata?

Sintomas - Catarata | Dr. Marcelo Vilar

A catarata pode surgir de forma congênita, senil ou secundária.

Na catarata congênita, a criança nasce ou desenvolve a opacificação nos primeiros meses de vidas. Geralmente, são causadas por doenças adquiridas pela mãe durante a gravidez como a rubéola, toxoplasmose e outras.

A catarata senil é a mais frequente e geralmente aparece acima dos 50 anos, como parte do processo de envelhecimento natural.

A catarata secundária ocorre por alterações metabólicas do cristalino, levando-o a sua opacificação. Entre as causas mais comuns, estão diabetes, uveítes (inflamações internas dos olhos), traumas, excesso de radiação UV, abuso de colírios com corticoides, choques elétricos e outras causas mais raras.

A cirurgia da catarata é o tratamento indicado, onde o cristalino opacificado é “emulsificado” aspirado por uma microincisão, com consequente implante de lente intraocular para substituí-lo.

O Dr. Marcelo Vilar é especialista em cirurgias de catarata e atua em Curitiba.

Exames

Topografia computadorizada de córnea: a Topografia Computadorizada da Córnea analisa a curvatura da córnea, permitindo identificar astigmatismos e outras irregularidades corneanas.

Ecobiometria: a ecobiometria é o exame capaz de medir o comprimento axial do globo ocular e de suas estruturas (câmara anterior, cristalino, cavidade vítrea).

O biômetro óptico utiliza o método de interferometria de coerência parcial para obter as medidas necessárias para o cálculo do comprimento axial e de suas estruturas (câmara anterior, cristalino, cavidade vítrea) e retina. Esta técnica consiste no emprego de um feixe de laser infravermelho, constituído por dois espelhos, um móvel e um fixo.

Vantagens da biometria óptica

  • Maior precisão
  • Menor risco de lesões
  • Confiabilidade
  • Maior conforto ao médico e paciente

O exame de Biometria óptica é principal exame oftalmológico para calcular o grau da lente intraocular implantada na cirurgia de catarata pelo Dr. Marcelo Vilar, que atua em Curitiba

Fotografia Ocular – Verion System: esta “impressão digital” do olho serve para registrar e rastrear o olho durante todo o procedimento, fornecendo uma referência visual que auxilia e guia o cirurgião. Indica onde serão realizadas as incisões durante a cirurgia de catarata e do posicionamento correto das lentes intraoculares, principalmente, no caso de astigmatismo ou de lentes multifocais.

Microscopia Especular da Córnea: permite realizar a contagem do número de células endoteliais da córnea e analisar o aspecto das mesmas, identificando qualquer degeneração ou atrofia do tecido.

Mapeamento de retina e Tomografia de coerência óptica: faz a avaliação da retina – região da parte posterior e do nervo óptico.

Cirurgia de catarata

O único tratamento eficaz para este problema é a cirurgia de catarata. Não existem medicamentos, colírios, exercícios ou óculos para prevenir seu surgimento.

A cirurgia de catarata é realizada sob anestesia local o que permite ao paciente retornar ao seu domicílio logo após o término do procedimento. O Dr. Marcelo Vilar é especialista na cirurgia de catarata, tendo realizado diversas cirurgias em Curitiba.

Neste processo, a catarata ao invés de ser retirada por inteiro, é toda fragmentada em minúsculos pedaços “emulsificada” e a retirada feita por meio de sucção. Após a retirada de toda a catarata, é implantada uma lente intraocular. Na grande maioria dos casos, a recuperação da visão ocorre logo nas primeiras 24 horas e o resultado é facilmente percebido.

Tipos de lentes dobráveis para cirurgia de catarata

Lentes Monofocais Simples

As lentes monofocais simples Esféricas (sem filtro ultravioleta – UV) são implantadas por uma abertura de 2,2 mm. Os pacientes geralmente necessitam usar óculos para longe, caso sejam portadores de hipermetropia, miopia e astigmatismo no pré-operatório e óculos para perto, por exemplo, para leitura e/ou bordados.

Com as lentes monofocais Asféricas (apresentam filtro UV) é utilizada uma microincisão de 1.8 a 2,0 mm. Existe a necessidade de óculos após a cirurgia para perto, porém a qualidade visual de longe é superior, por corrigir certas distorções ópticas, principalmente para visão noturna.

Lentes Monofocais Tóricas

As lentes monofocais tóricas são lentes dobráveis asféricas, indicadas para pacientes que apresentam astigmatismo, pois têm a capacidade de corrigi-lo. Elas apresentam filtro UV.

Lentes Asféricas Multifocais

As lentes multifocais asféricas são as mais modernas e permitem boa visão para longe e perto sem o uso de óculos e apresentam filtro UV. Os pacientes com lentes multifocais podem dirigir, assistir à TV, ler jornais e praticar esportes sem óculos. Vale ressaltar que durante algumas semanas, alguns pacientes se queixam de halos e glare (sensação de ofuscamento da visão noturna observado também após a cirurgia refrativa convencional e no pós-operatório da cirurgia de catarata, quando se empregam lentes de baixa qualidade visual), além de pequena dificuldade para focar em algumas situações. Melhorando conforme evolui a cicatrização.

Aproximadamente 95% dos pacientes deixam de ser dependentes de óculos após a cirurgia de catarata com essas lentes e 5% precisam dos óculos em raros momentos, principalmente para ler em ambientes de baixa luminosidade.

Cirurgia de catarata com laser

Laser Femtosegundo:

O aparelho denominado LenSx Laser é um sistema integrado guiado por imagem, emissor de laser de femtosegundo, projetado especificamente para cirurgia de catarata com plataforma cirúrgica 3-D modificável que possibilita a visualização, personalização e execução das etapas mais importantes da cirurgia de catarata:

  1. Capsulotomia anterior;
  2. Corte do núcleo do cristalino;
  3. Execução das incisões na córnea.

O equipamento usa energia concentrada com raio de laser muitos rápidos. Asssim, o laser atravessa as estruturas transparentes do olho e quando alcança o ponto focal, cria uma pequena formação de plasma/ energia que gera o corte do tecido. Pelo sistema de posicionamento tridimensional e triortogonal do aparelho, consegue-se otimizar e personalizar a cirurgia, de acordo com cada caso, permitindo fazer ajustes com um micra de precisão, permitindo obter resultados superiores.

Sistema Verion:

O Sistema de Imagem Verion é projetado para pacientes que desejam por melhores resultados visuais, com o objetivo, inclusive, de abandonar os óculos após uma cirurgia de catarata. Por isso, nunca foi tão importante trabalhar de forma assertiva para reduzir o erro refrativo com lentes intraoculares de alta tecnologia – PREMIUM, e com dispositivos que ajudam a posicionar as lentes perfeitamente, de acordo com a necessidade de cada paciente.

Esta “impressão digital” do olho servirá para registrar e rastrear o olho durante todo o procedimento, fornecendo uma referência visual que auxilia e guia o cirurgião. O sistema indica onde serão realizadas as incisões, marcações da capsulotomia – técnica usada para remover o cristalino – e do posicionamento correto das lentes intraoculares, principalmente, no caso de astigmatismo ou de lentes multifocais. Durante cada etapa da cirurgia o Verion faz ajustes em tempo real, garantindo um resultado final ainda mais preciso.

Ngenuity 3D:

OO NGENUITY 3D permite que cirurgiões oftalmológicos operem olhando uma tela 3D de altíssima definição, profundidade de imagem, clareza e contraste de cor. Com a visão tridimensional, O Sistema de Visualização NGENUITY 3D é composto por vários elementos, nomeadamente uma câmera de Alta Rango Dinâmico (HDR) que oferece excelente resolução, profundidade de imagem, clareza e contraste de cores, ampliando o campo de visão, além de usar filtros digitais para personalizar a visão durante cada procedimento, destacando estruturas oculares e camadas de tecido.

Cuidados pré e pós-operatório da cirurgia da catarata

Cuidados Pré-operatórios:

  • Trazer todos os exames e guias solicitadas (quando convênios)
  • Não usar nenhuma maquiagem ou creme no rosto no dia da cirurgia
  • Tomar banho e lavar bem a cabeça e o rosto
  • Chegue apenas na hora agendada, não precisa chegar antes
  • É importante estar acompanhado a um adulto ao vir e ao deixar o hospital
  • Não traga relógios, brincos, colares
  • Última refeição 6 horas antes da cirurgia
  • Se estiver tomando algum remédio, mantê-los conforme recomendação da consulta
  • Avisar a equipe e médico caso estiver com algum problema clínico

Cuidados Pós-operatórios:

  • A anestesia é colírios: não precisa de curativo oclusivo
  • Iniciar os colírios, assim que chegar em casa ou conforme orientação médica
  • No primeiro dia após a cirurgia, faça repouso
  • Usar os medicamentos receitados na dose e hora correta. Não alterar, nem parar sem a ordem do médico
  • Lave as mãos antes de pingar os colírios. Evitar ambientes com poeira, animais ou agentes que podem provocar prurido nos olhos
  • Na claridade, use óculos de sol, eles ajudam no sol e protegem de possíveis traumas
  • Use somente lenços descartáveis
  • Em caso de dor e olho vermelho ou qualquer outro tipo de sintoma, comunicar-se com o médico.
Dúvidas? Clique aqui