Olho Seco

Olhos secos acontecem quando nossos olhos não estão sendo lubrificados o suficiente, causando desconfortos e até mesmo problemas de visão.

Olho Seco –  Causas , Sintomas e Tratamentos

Olho seco é um termo usado para descrever um grupo de diferentes doenças e condições que resultam da umidade e lubrificação inadequadas do olho, por baixa produção de lágrimas ou por má qualidade do filme lacrimal.

Quando piscamos é formado um filme lacrimal. A síndrome do olho seco ocorre com o rompimento prematuro deste filme, deixando expostos à atmosfera o epitélio conjuntival e corneano.

Há várias anormalidades diferentes que podem causar o olho seco, tais como diminuição da produção de lágrimas, evaporação excessiva, problemas com o piscar, doenças sistêmicas, etc.

olho seco

Causas Olho Seco

Causas ambientais: o clima seco, vento, poluição ou contaminação ambiental, lugares fechados, calefação, ar condicionado e radiação dos monitores de computador podem aumentar a evaporação e causar olho seco;

Medicamentos: certos medicamentos podem diminuir a capacidade do organismo de produzir lágrimas (Roacutan);

Disfunções hormonais: menopausa, tireoidite de Hashimoto;

Lentes de contato: o uso de lente de contato pode (por vários mecanismos) agravar ou provocar o olho seco;

Lesões traumáticas, inflamatórias ou malignas das glândulas lacrimais;

Fatores nutricionais: desnutrição, deficiência de vitaminas C e B12.

Sintomas

– Dor ocular, sensação de corpo estranho;
– Sensação arenosa ,ardor ou queimação;
– Olhos vermelhos,  sensibilidade à luz;
– Visão de halos coloridos;
– Olhos lacrimejantes ( mecanismo de compensação);

Doenças oculares associadas, como blefarite, meibomites e anormalidades nas pálpebras, também podem contribuir significativamente para o desconforto do paciente.

Tratamentos

O tratamento do olho seco depende da causa.

Os substitutos lacrimais (lubrificantes oculares) são os tratamentos mais utilizados e têm se mostrado eficazes, independentemente da causa do olho seco. O objetivo é aumentar a umidade da superfície ocular e melhorar a lubrificação através de lubrificantes (colírio ou gel).

Segue uma lista de alguns dos tratamentos para Olho Seco:

– Tratamento de doenças oculares associadas: blefarite, meibomite…
– Tratamento de doenças sistêmicas que possam ser a causa, como reumatismo;
– Colírios lubrificantes – são suficientes para a maioria das pessoas;
– Gel oftálmico;
– Oclusão dos pontos lacrimais, feita pela inserção de plugs de silicone;
– Cauterização dos pontos lacrimais;
– Uso de lentes de contato terapêuticas;
– Suplementação com óleo de linhaça / ômega 3
– Colírios anti-inflamatórios;

Em casos severos, pode ser necessária a intervenção cirúrgica.

Veja como é o tratamento cirúrgico para Olho Seco no vídeo abaixo:

Agende sua
consulta, exame e cirurgia.

(41) 3310-4225 | (41) 3310-4202 | (41) 3310-4277 | (41) 99616-9915

Olho Seco

Olhos secos acontecem quando nossos olhos não estão sendo lubrificados o suficiente,

causando desconfortos e até mesmo problemas de visão.

Olho Seco – Causas, Sintomas e Tratamentos – Dr. Marcelo Vilar
Olho seco é um termo usado para descrever um grupo de diferentes doenças e condições que resultam da umidade e lubrificação inadequadas do olho, por baixa produção de lágrimas ou por má qualidade do filme lacrimal.

Quando piscamos é formado um filme lacrimal. A síndrome do olho seco ocorre com o rompimento prematuro deste filme, deixando expostos à atmosfera o epitélio conjuntival e corneano.

Há várias anormalidades diferentes que podem causar o olho seco, tais como diminuição da produção de lágrimas, evaporação excessiva, problemas com o piscar, doenças sistêmicas, etc.

Causas Olho Seco
Causas ambientais: o clima seco, vento, poluição ou contaminação ambiental, lugares fechados, calefação, ar condicionado e radiação dos monitores de computador podem aumentar a evaporação e causar olho seco;
Medicamentos: certos medicamentos podem diminuir a capacidade do organismo de produzir lágrimas ( Roacutan);
Disfunções hormonais: menopausa, tireoidite de Hashimoto;
Lentes de contato: o uso de lente de contato pode (por vários mecanismos) agravar ou provocar o olho seco;
Lesões traumáticas, inflamatórias ou malignas das glândulas lacrimais;
Fatores nutricionais: desnutrição, deficiência de vitaminas C e B12.

 

Sintomas
– Dor ocular, sensação de corpo estranho;
– Sensação arenosa ,ardor ou queimação;
– Olhos vermelhos,  sensibilidade à luz;
– Visão de halos coloridos;
– Olhos lacrimejantes ( mecanismo de compensação);

Doenças oculares associadas, como blefarite, meibomites e anormalidades nas pálpebras, também podem contribuir significativamente para o desconforto do paciente.

Tratamentos
O tratamento do olho seco depende da causa.

Os substitutos lacrimais (lubrificantes oculares) são os tratamentos mais utilizados e têm se mostrado eficazes, independentemente da causa do olho seco. O objetivo é aumentar a umidade da superfície ocular e melhorar a lubrificação através de lubrificantes (colírio ou gel).

 

Segue uma lista de alguns dos tratamentos para Olho Seco:

– Tratamento de doenças oculares associadas: blefarite, meibomite…

– Tratamento de doenças sistêmicas que possam ser a causa, como reumatismo;

– Colírios lubrificantes – são suficientes para a maioria das pessoas;

– Gel oftálmico;

– Oclusão dos pontos lacrimais, feita pela inserção de plugs de silicone;

– Cauterização dos pontos lacrimais;

– Uso de lentes de contato terapêuticas;

– Suplementação com óleo de linhaça / ômega 3

– Colírios anti-inflamatórios;

Em casos severos, pode ser necessária a intervenção cirúrgica.

 

Veja como é o tratamento cirúrgico para Olho Seco no vídeo abaixo: