Marcelo Alves Vilar de Siqueira - Doctoralia.com.br

O sintoma principal você já conhece: a catarata, deixa a visão embaçada, dificultando tarefas simples do dia a dia como ler, perceber a expressão das pessoas ou dirigir. Esse processo da perda da transparência do cristalino pode ter causas diversas, tema que iremos abordar hoje neste espaço. Independentemente do fator causador do problema, lembre-se que você sempre pode contar com o tratamento prestado pelo Dr. Marcelo Vilar, oftalmologista em Curitiba, especialista em cirurgias de correção desse problema que acomete milhões de pessoas e é a principal causa de cegueira em todo o mundo.

Vamos então conhecer quais são os fatores de risco para desenvolver catarata?.

Idade

Infelizmente o envelhecimento acaba trazendo diversos problemas de saúde e a catarata é um deles. É uma realidade da qual ninguém consegue escapar, portanto preste atenção nos próximos itens. São eles que podem contribuir com a sua qualidade de vida ao passar dos anos.

Catarata | Marcelo Vilar

Diabetes

Cuidar da saúde é um dever de todos, mas para quem tem diabetes, a atenção deve ser redobrada. Os olhos são um dos órgãos afetados pelo aumento dos níveis de açúcar no sangue. Quando a taxa está descontrolada, são provocadas alterações na córnea que podem resultar no surgimento da catarata.

Beber álcool exageradamente

Não são somente os olhos que sofrem com o consumo exagerado de álcool. Os sistemas digestivo, circulatório e nervoso também são muito afetados. Além de prazeroso, o uso moderado de bebidas alcóolicas pode até fazer bem à saúde, como já foi demonstrado em pesquisas sobre o vinho, por exemplo. Por isso, se você é consumidor deste tipo de bebida, tome cuidado, preste atenção nos primeiros sinais de consumo descontrolado e, caso você tenha problemas, procure ajuda. A sua saúde, inclusive a ocular, agradece.

Sedentarismo e obesidade

Dois fatores que estão relacionados e influenciam na possibilidade de você desenvolver não somente catarata, mas também centenas de outras doenças. Nós da equipe do Dr. Marcelo Vilar incentivamos muito a prática de exercícios físicos. Um pouquinho por dia da sua atividade favorita faz uma diferença enorme na sua qualidade de vida. Viva com mais disposição, alegria e brilho nos olhos.

Exposição excessiva ao sol

Neste caso, a vilã é a radiação ultravioleta. Vários casos de catarata são causados pela superexposição aos raios UV. Tome cuidado e não abuse da luz solar entre 10h e 16h, assim como só frequente solários ou cabines bronzeamento com óculos de proteção adequado.


Pressão arterial elevada

A córnea é muito afetada pela pressão alta, um mal que muitas vezes acaba causando também o aumento da pressão intraocular. Sua manutenção constante é importante porque influencia na circulação do humor aquoso, um líquido que mantém a temperatura interna do olho e a tensão ocular, além de nutrir a córnea. Ou seja, a saúde ocular é diretamente proporcional ao controle da pressão arterial.

Tabagismo

É consenso: o cigarro traz consequências devastadoras para o corpo humano. São centenas de substâncias tóxicas inaladas a cada tragada, circulando instantaneamente pelo corpo e chegando também aos seus olhos. Sabemos que não é fácil, mas procure ajuda e pare de fumar.


Histórico familiar (fatores genéticos)

Como o envelhecimento, não podemos controlar o fator genético. Quem nasce com uma pré-disposição à doença, terá mais chances de sofrer com a catarata em algum momento da vida. Essa herança é inevitável, mas diversos tratamentos cirúrgicos estão disponíveis, realizados sob anestesia local e liberação imediata do paciente logo após o procedimento.

Previna-se. Siga as dicas de saúde desta postagem e consulte o Dr. Marcelo Vilar, oftalmologista especialista em catarata em Curitiba periodicamente. Em caso de dúvida ou se quiser marcar uma consulta, fale conosco pelo telefone (41) 99616-9915 🙂

Abrir chat
Precisa de ajuda?
Olá, podemos ajudar?
Powered by