Marcelo Alves Vilar de Siqueira - Doctoralia.com.br

Hoje está cada vez mais comum que pessoas sejam afetadas por problemas de visão de todas as naturezas. A miopia, astigmatismo e hipermetropia ainda são os erros refrativos mais comuns e que atingem um maior número de pessoas, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 35 milhões de brasileiros sofrem com algum tipo de problema de visão.

Apesar de normalmente esses problemas não serem graves, é necessário que os portadores desses erros refrativos cuidem da saúde de seus olhos, e principalmente, mantenham as consultas em dia, pois assim, é possível controlar os problemas de visão, sem maiores danos para cada paciente.

Com toda a certeza, miopia, hipermetropia e astigmatismo são os problemas que mais atendemos no consultório do Dr. Marcelo Vilar. Por isso, decidimos produzir este conteúdo, para te auxiliar a entender a diferença entre esses erros refrativos e também as possibilidades de tratamento para cada um deles. Confira!

A miopia

A miopia é um dos problemas mais comuns existentes hoje, com estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontando que até 2020 teremos 36% da população mundial atingida por esse problema refrativo. A miopia se trata da dificuldade para enxergar objetos distantes, deixando a vista desfocada e embaçada.

Este problema refrativo se dá devido ao formato mais alongado do olho da pessoa. Ou seja, enquanto alguém com a visão normal possui o globo ocular arredondado, o globo ocular de uma pessoa com miopia é mais alongado, o que faz com que a imagem se forme antes de atingir a retina.

Miopia - Imagem 1 | Marcelo Vilar

Em casos de miopia, os pacientes possuem dificuldade em enxergar o que está longe. Os primeiros sintomas surgem ainda na infância ou na adolescência, com sua evolução ocorrendo gradativamente ao longo dos anos, tendendo a se estabilizar por volta dos 30 anos.

A miopia é mais comumente hereditária, porém pode ser agravada devido a maus hábitos como o uso excessivo de eletrônicos como celulares e computadores [marcar post], ou a falta de luz natural.

Sintomas da miopia

Pessoas que apresentam a miopia normalmente costumam sentir dificuldade para ver objetos distantes, como também ter a necessidade de forçar os olhos para conseguir enxergar.

Dores de cabeça constantes, lacrimejamento em excesso dos olhos e sensibilidade à luz também são sintomas da miopia.

A hipermetropia

Já a hipermetropia, é o oposto da miopia, portanto, ela prejudica a visão de objetos que estão mais próximos. A estimativa é que hoje 65 milhões de brasileiros possuam hipermetropia.

Este erro refrativo acontece pelo formato do olho ser menor, o que faz com que a imagem se forme apenas atrás da retina. Ou seja, diferentemente da miopia, onde a imagem se forma antes da retina, na hipermetropia o que acontece é o inverso, fazendo com que a imagem de perto não seja compreendida com facilidade pelo paciente.

Hipermetropia - Imagem 2 | Marcelo Vilar

Normalmente a hipermetropia está relacionada a fatores hereditários, ou seja, se seus pais têm hipermetropia, você tem chances maiores de adquirir o problema também.

Pacientes hipermetropes, quando chegam a uma idade próxima aos 40 anos, as chances de ter algumas dificuldades para enxergar de longe também aumentam, causando o que é conhecido como presbiopia, ou vista cansada.

Sintomas da hipermetropia

Pessoas com hipermetropia costumam ter sintomas relacionados à dificuldade em enxergar objetos próximos, cansaço da visão, dores de cabeça e vermelhidão ou lacrimejamento nos olhos.

Dificuldade de concentração e sensação de olhos pesados também são sintomas recorrentes e queixas dos pacientes.

O astigmatismo

O astigmatismo é caraterizado pela imperfeição na curvatura da córnea do globo ocular, o que acaba causando uma distorção e dificuldade para enxergar tanto de perto como de longe.

Isso acontece porque os raios de luz não atingem apenas um ponto da retina, mas sim vários. Dessa forma, cria-se diversos pontos focais, podendo ser formados antes ou depois da retina.

Astigmatismo - Imagem 3 | Marcelo Vilar

O astigmatismo, portanto, é a dificuldade de enxergar tanto de perto, quanto de longe. Como se fosse uma junção da miopia e hipermetropia.

Sintomas do astigmatismo

Pacientes que apresentam astigmatismo trazem queixas de visão borrada ou duplicada, confusão de letras e números parecidos (como M e N ou 5 e 6). Sensação de ardor ou vermelhidão nos olhos e cansaço ocular também são sintomas presentes.

Tratamentos para miopia, hipermetropia e astigmatismo

Apesar de serem três problemas refrativos diferentes, os tratamentos para miopia, hipermetropia e astigmatismo são os mesmos. O uso de lentes de contato e óculos de grau são opções para esses problemas, porém, hoje existe um procedimento chamado cirurgia refrativa, realizada com equipamentos e técnicas modernas que permitem a correção dos erros refrativos com muita qualidade.

A cirurgia refrativa é uma ótima opção para pacientes que estejam com o grau estabilizado e que busquem não necessitar mais dos óculos e lentes de maneira compulsória.

Agende sua consulta com o Dr. Marcelo Vilar, trate do seu problema de miopia, hipermetropia ou astigmatismo e cuide da saúde de seus olhos. Fale conosco pelo WhatsApp (41)99616-9915 😀

Abrir chat
Precisa de ajuda?
Olá, podemos ajudar?
Powered by