Marcelo Alves Vilar de Siqueira - Doctoralia.com.br

O Anel de Ferrara, também conhecido como anel corneano, é um dos tratamentos possíveis para casos de ceratocone, e é procurado por diversos pacientes como uma maneira de impedir a evolução da doença.

No consultório do Dr. Marcelo Vilar realizamos diversos procedimentos de implante de Anel de Ferrara. É importante destacar aqui que este tipo de tratamento pode ser utilizado em pacientes com o ceratocone em nível intermediário. Para casos avançados da doença, recomenda-se o transplante de córnea.

Essa escolha do melhor tratamento para cada caso precisa ser realizada pelo paciente em conjunto com um oftalmologista especializado em ceratocone.

Nós, da equipe do Dr. Marcelo Vilar desenvolvemos este conteúdo para que nossos pacientes entendam mais sobre o Anel de Ferrara, conhecendo suas possibilidades de tratamento mais a fundo, mas também para incentivar outras pessoas a terem informações, e principalmente, que busquem uma ajuda especializada. Confira!

Os tratamentos do ceratocone

Como já dissemos em outros artigos, o ceratocone possui diversas opções de tratamentos [marcar post]. Em casos iniciais da doença é possível optar pelo uso de óculos e lentes de contato rígidas. Em casos intermediários, o crosslinking e o próprio Anel de Ferrara surgem como possibilidades de tratamento.

É importante frisar, que esses procedimentos intermediários têm como principal foco impedir o avanço da doença, e não promover sua cura. Por isso, em casos avançados do ceratocone, a recomendação médica geralmente é a de encaminhamento para a cirurgia de transplante de córnea.

O Anel de Ferrara

O Anel de Ferrara é uma órtese composta de dois segmentos semicirculares, de espessuras variáveis, conforme a necessidade de cada paciente, com 5mm de diâmetro. Esses segmentos são confeccionados em PMMA, um acrílico biocompatível, o mesmo utilizado em lentes intraoculares para cirurgia de catarata.

Este procedimento consiste no implante corneano de 1 ou 2 anéis, conforme a necessidade de cada caso. Espera-se com a inserção desse material que haja o impedimento do avanço da doença, regularizando a superfície da córnea.

Anel de ferrara - Imagem 1 | Marcelo Vilar

O Anel de Ferrara cura o ceratocone?

Não, como foi dito, o objetivo do procedimento de inserção do Anel de Ferrara é estacionar o avanço da doença.

Ao colocar os anéis, a deformação da córnea é impedida pelo material inserido, o que ocorre na maioria dos casos. Em 15% dos casos onde pode haver evolução apesar do anel, o procedimento pode ser revertido para que o transplante de córnea seja possível.

Problemas refrativos e o Anel de Ferrara

A cirurgia de implante de Anel de Ferrara não tem finalidade refrativa, ou seja, não livra o paciente do uso de óculos ou lentes de contato. Na verdade, em quase metade dos casos, após a cirurgia do anel, ainda será necessário o uso de óculos ou lentes de contato.

Apesar da deformação corneana normalmente ser uma das causas de erros refrativos para pessoas que apresentem a doença, a colocação do Anel de Ferrara não cura os erros refrativos, apenas impede que eles sejam piorados pela continuidade da deformação da córnea.

O procedimento de implante do Anel de Ferrara

Realizada com anestesia tópica e local, a cirurgia de implante de Anel de Ferrara dura em média 10 minutos e é indolor para o paciente.

Apesar de ser uma cirurgia que exige muita técnica e conhecimento do profissional que irá realizar, por isso, é recomendado que o paciente a realize com um oftalmologista especializado e experiente no procedimento.

Pós-cirúrgico do Anel de Ferrara

Durante o período de pós-operatório são vistos raros sintomas. Pacientes que apresentem incômodos, geralmente se queixam apenas de lacrimejamento, fotofobia – sensibilidade excessiva à luz – e olho com avermelhamento leve.

Os cuidados necessários nesse processo são simples, como não tomar banhos de imersão em piscinas, praias ou banheiras, bem como evitar o uso de sauna. Não é recomendado também a prática de atividades físicas, coçar os olhos ou utilizar maquiagem em um primeiro momento.

Também é importante que o paciente tome cuidado para que a água não caia nos olhos durante o banho e também uso um oclusor de acrílico para dormir, evitando que coce os olhos durante o sono.

Oclusor acrílico para Anel de Ferrara | Marcelo Vilar

Pacientes indicados para Anel de Ferrara

O paciente ideal para o implante do anel corneano é aquele que apresenta a córnea com pouco ou nenhuma estria ou cicatriz, com ceratometria simulada com valores inferiores a 60,00 D (ou 65) e córneas não muito finas.

Casos intermediários são os ideais para realizar a cirurgia de implante de Anel de Ferrara, pois são os que apresentam maiores chances de sucesso no resultado esperado. Porém, cada paciente precisa consultar com um oftalmologista especialista em ceratocone, para que seja avaliado a melhor opção para seu caso.

Cuide da saúde de seus olhos, agende sua consulta com o Dr. Marcelo Vilar e entenda se o Anel de Ferrara é a melhor opção de tratamento para o seu caso. Fale conosco pelo WhatsApp (41)99616-9915.

Abrir chat
Precisa de ajuda?
Olá, podemos ajudar?
Powered by