Marcelo Alves Vilar de Siqueira - Doctoralia.com.br

Entre os vários possíveis problemas de visão, a miopia, o astigmatismo e a hipermetropia são os de maior ocorrência. O que eles têm em comum? São erros refrativos. Isso acontece quando a luz não chega com a devida nitidez na retina. Quando penetra no olho, a luminosidade atravessa diferentes estruturas do seu interior, até chegar na retina onde a imagem é formada. O erro de refração pode ser causado por uma série de fatores, como a opacidade interna, o tamanho ou irregularidades da córnea.

Resumidamente, na miopia o paciente enxerga bem de perto, mas tem dificuldade na visão para longe pela curvatura da córnea. A hipermetropia causa o efeito contrário, com boa visão para longe e ruim para perto. É comumente causada pelo comprimento excessivo do globo ocular. O astigmatismo complica a vida da pessoa ainda mais, pois afeta os dois pontos de visão, para longe e para perto, da mesma forma.

Para a resolução definitiva de qualquer um desses erros refrativos, nós da equipe do consultório do Dr. Marcelo Vilar, trazemos 5 motivos diferentes para ajudar você a perceber que as cirurgias podem ser uma ótima opção de tratamento, dependendo das características específicas do seu caso clínico.

Ah! Antes de conferir as dicas, clique no link abaixo e confira se você está apto a realizar uma cirurgia a laser.

Teste Virtual Cirurgia a Laser

1. Bye, bye, óculos. Adios, lentes de contato.

Vários pacientes de erros refrativos adaptam-se melhor aos óculos, enquanto outros preferem as lentes de contato. Opções no mercado não faltam, a evolução das lentes de todos os tipos é inegável, cada vez mais leves, finas e adaptáveis. Estão disponíveis nos mais variados materiais e a tecnologia proporciona soluções muito confortáveis aos mais diferentes perfis.

Porém, sabemos que o uso de óculos ou lentes de contato por erros refrativos é absolutamente compulsório. Portanto, a cirurgia refrativa é uma alternativa perfeita nos casos em que a pessoa já está com o grau estabilizado.

2. Segura, rápida e indolor.

A cirurgia refrativa pode ser realizada utilizando diferentes técnicas afim de solucionar os erros refrativos de cada paciente. No consultório do Dr. Marcelo Vilar, em Curitiba, é realizado uma série de exames para tomar a decisão de qual é a técnica ideal de cirurgia refrativa para cada caso. Algumas delas executadas em nossa clínica são a PRK (abreviação de Photorefractive Keratectomy) e a LASIK (abreviação do inglês de Laser in-Situ Keratomileusis).

Apesar de diferentes, ambos os procedimentos são realizados a laser. O resultado: total segurança e precisão microscópica. Além disso, as cirurgias não costumam durar mais do que 15 minutos, com aplicação de anestesia local em forma de colírio.

3. Técnicas cirúrgicas modernas, recuperação mais rápida.

Quando a técnica de cirurgia refrativa utilizada é a PRK, a visão costuma ficar relativamente embaçada por um período que varia de 6 a 15 dias, sendo comum um certo desconforto ocular, até que o epitélio cicatrize na área tratada. Nesta técnica são utilizadas lentes de contato como tratamento terapêutico por 5 ou 6 dias.

Nos casos em que o procedimento recomendado é o LASIK, a cirurgia é realizada nas camadas internas da córnea. O paciente vai para casa imediatamente após a cirurgia, usando apenas óculos escuros ou protetores de plástico transparente. Isso porque a cicatrização é mais rápida e a inflamação é menos intensa, com redução do desconforto pós-operatório. A recuperação visual acontece em apenas 24 horas. O tempo de aplicação do laser varia entre 10 e 20 segundos por olho, com potencial corretivo máximo de até 10 graus de miopia, 6 graus de hipermetropia e 7 graus de astigmatismo.

4. Manutenção permanente da sua saúde ocular.

Na maioria dos casos, os erros refrativos vão evoluindo de grau com o tempo. Isso significa a necessidade da troca constante da receita de lentes para óculos, investimento em novas armações ou lentes de contato.

As cirurgias refrativas apresentam altíssimos índices de sucesso, inclusive nos casos de pacientes não aptos à realização dos procedimentos a laser. É solução definitiva e não paliativa.

5. 18 mil cirurgias e contando…

Com especialidade em cirúrgica oftalmológica desde 2001 e fellow em cirurgia refrativa e catarata do Hospital de Olhos do Paraná, o Dr. Marcelo Vilar já realizou mais de 18 mil cirurgias refrativas, assim como de ceratocone, catarata, blefarite, olho seco, presbiopia e transplante de córnea, entre outras.

Se você sofre de de miopia, hipermetropia ou astigmatismo, agende sua consulta com o Dr. Marcelo Vilar e cuide da saúde de seus olhos de forma definitiva. Basta ligar para (41) 99616-9915.

Abrir chat
Precisa de ajuda?
Olá, podemos ajudar?
Powered by