web analytics
18/07/2018
Medicina
Dr. Marcelo Vilar

A radiação UV e seus efeitos nos olhos

Todos já ouvimos falar sobre os danos que o sol pode fazer na nossa pele. Mas, e com a nossa visão? Também é importante protegermos nossos olhos dos perigos da exposição excessiva à radiação UV.

Nossos corpos têm a habilidade de reparar e substituir células danificadas. O cristalino, contudo, é uma exceção, nunca sendo substituído. Por causa disto, doenças tais como cataratas podem aparecer como resultado de danos acumulados gradualmente nas proteínas do cristalino. E esses danos geralmente são causados pela radiação UV.

Uma exposição excessiva aos raios UV na sua primeira infância é particularmente nociva para seus olhos, e isso talvez apareça mais tarde. A radiação UV também desempenha um papel importante na degeneração macular senil,
quando a mácula do olho (o centro da retina) se deteriora. A exposição excessiva ao sol pode causar câncer de pele (um exemplo é o  melanoma) nas pálpebras.

 

Como proteger seus olhos da radiação UV

 

• A melhor maneira de proteger seus olhos da radiação UV é usando um filtro UV que irá evitar que os raios mais nocivos penetrem em seus olhos. Os óculos e as lentes de contato podem ter uma proteção UV incorporada.

•  Os óculos de sol também não conseguem bloquear todos os raios ultravioletas, pois a luz solar pode atingir os olhos pelas laterais dos óculos.

• Nem todos os óculos de sol têm o mesmo nível de proteção. Um par de óculos de sol eficaz deveria poder bloquear os raios UVA e UVB. Enquanto todos os óculos de sol bloqueiam a radiação UVB, um bom par de óculos de sol também deve ser medido para bloquear de 99% a 100% dos raios UVA.

• Escolha lentes grandes que fiquem próximas dos olhos. Para evitar que a luz solar passe pelos lados dos óculos de sol, use óculos de formato envolvente.

• Os óculos de sol de design caro ou lentes polarizadas não são necessariamente uma garantia de proteção contra os raios solares nocivos.

• Os óculos de sol de má qualidade – sem proteção certificada contra os raios UVA/UVB – podem causar mais danos aos olhos do que não usá-los. Isto porque as lentes escuras fazem dilatar as pupilas dos olhos, deixando entrar mais raios UVA/UVB que irão prejudicar a retina e o cristalino dos olhos.

• Mesmo as crianças precisam proteger seus olhos. Como acontece com a sua pele, a maioria dos danos solares aos seus olhos é acumulada nos primeiros anos de desenvolvimento. Portanto, a proteção solar é essencial para os jovens.

• A luz solar é mais intensa entre 10 e 14 horas, portanto a exposição da pele aos raios ultravioleta é mais perigosa nesse horário. Contudo, pesquisas recentes demonstraram que os olhos estão em maior risco no meio da manhã e no final da tarde, portanto certifique-se de que seus olhos estejam protegidos o tempo todo.

• A luz refletida pode causar queimaduras nos olhos e na pele. Em elevadas altitudes, montanhas cobertas de neve, praias arenosas e corpos refletores como a água dos lagos, rios e mar, a exposição solar é mais intensa.

• Uma nutrição adequada pode também ajudar a proteger seus olhos. A Luteína, que se encontra em alimentos tais como repolho, espinafre, brócolis e muitas frutas e legumes amarelos ou alaranjados atua como antioxidante para a proteção das células. Ajuda a evitar que a luz azul atinja – e, portanto, danifique – o tecido posterior sensível da retina fortalecendo a proteção oferecida por lentes de contato e óculos bloqueadores de raios UV.

Há ainda a possibilidade de contrair ceratite, uma espécie de “queimadura da córnea” que causa dor, vermelhidão, lacrimejamento, fotofobia e sensação de areia nos olhos.

O maior risco para os olhos se encontra na exposição prolongada ao sol, que por sua vez, pode ser mais perigosa. A incidência direta dos raios ultravioleta no olho humano, ocasiona lesões oculares, que gradual e cumulativamente, podem resultar na perda total da visão. As lesões oculares mais comuns causadas pelo excesso de sol são a queda da percepção de detalhes pela mácula e a formação da catarata, problema ocular grave, de maior incidência no mundo.

Vale lembrar que os efeitos da radiação UV são cumulativos. Ou seja, quanto mais os olhos são expostos aos raios UV, maiores serão os riscos do desenvolvimento de uma doença, com o passar dos anos. Mas saiba que para proteger os olhos do efeito do sol é muito simples, basta utilizar bons óculos de sol. É aconselhável o uso de óculos escuros de boa qualidade e que ofereçam proteção adequada aos olhos, não apenas durante o verão, e sim durante todo o ano.

Seguindo recomendações oftalmológicas, na hora de comprar os óculos de sol,  deve levar em consideração em primeiro lugar o nível de proteção contra a radiação ultravioleta (UVA e UVB) que as lentes oferecem. Esta informação deve estar disponível, no momento da compra, seja no adesivo afixado aos óculos ou em livretos contendo informações técnicas sobre o produto.

 

Proteção dos olhos contra raios UV pode evitar doenças

 

Mesmo com tempo nublado, os cuidados são necessários. 
A proteção dos olhos contra os efeitos nocivos dos raios solares UVA e UVB é fundamental. No verão, 95% dos raios UV passam pela córnea, agredindo a retina e o cristalino. Segundo evidências clínicas, isto pode causar degeneração macular e catarata, , acrescentando que os raios UVB provocam queimaduras, câncer de pele e danos à córnea.

De acordo com  estudos cientificos,  1% de diminuição na camada de ozônio pode causar um aumento de 0,7% de catarata e 4% de câncer de pele. A exposição excessiva e sem proteção UV pode causar ceratite actínica. „Trata-se de uma inflamação da córnea extremamente incômoda para o paciente. Ocorre normalmente de 6 a 12 horas após a exposição solar, causando uma forte sensação de areia, dor e fotofobia (sensibilidade acentuada a luz.)
.

No verão,  há um aumento do uso de óculos escuros,porem é extremamente iimportante estabelecer alguns critérios. Então destacamos  dois conceitos importantes: óculos escuros e óculos com proteção UV. No primeiro, as lentes escurecidas filtram uma parte da luz ambiente, diminuindo os sintomas de fotofobia quando eles existem. Mas vale  lembrar  que uma lente escurecida não vai necessariamente filtrar os raios UV. Depende do material com que a lente é feita.   Só para dar um exemplo, em países localizados acima dos trópicos a vista cansada pode aparecer após os 46-47 anos de idade. No Brasil, a presbiopia (vista cansada) tende a ocorrer mais precocemente, por volta dos 40 anos. „Os óculos para proporcionar proteção contra os raios UV precisam ter lentes fabricadas em material que filtre totalmente os raios UV.

Cuidado com a pirataria
 
A Associação Brasileira de Produtos e Equipamentos Ópticos (Abiótica) alerta para o perigo dos óculos falsificados. A entidade estima que a pirataria e o contrabando respondam por 50% dos cerca de R$ 1,2 bilhão movimentados pelo setor em 2006. Com pouco dinheiro no bolso o consumidor se vê seduzido por falsificações de grifes que chegam ao Brasil com preço até 90% menores.

 

Complicações relacionadas à radiação U.V.

 

Os raios UV podem causar sérios danos aos olhos. Estudos clínicos tem demonstrado uma correlação entre a exposição solar e certos tipos de doenças oculares.Tais descobertas indicam que o dano ocular pode decorrer não somente de uma exposição crônica ao sol, mas também dos efeitos acumulados de uma exposição “normal” aos raios UV sem a proteção adequada. As complicações podem ser:

– Fotoceratite

– Pterígeo

– Catarata

– Degeneração macular

 

UV

 

Para quem trabalha a maior parte do tempo ao ar livre, a exposição, em excesso, aos raios UV pode levar ao surgimento do pterígio – tecido que cresce sobre a córnea e obstrui a visão – e da ceratite, uma inflamação da córnea. Um chapéu de abas largas é útil, mas não é suficiente para evitar a exposição de risco. 

O uso do chapéu precisa ser complementado com o uso do óculos de sol. Sentar na sombra ou debaixo de um guarda-chuva também não é proteção suficiente. Os danos da radiação podem ser refletidos para a pele, olhos e superfícies vizinhas. O ideal é combinar sombra com protetor solar e óculos escuros.

Custo não é indicador de qualidade. Os óculos falsificados chegam bem mais baratos ao mercado por não possuírem tecnologia capaz de filtrar os raios UV. Óculos vendidos como simples acessórios de moda podem proporcionar pouca ou nenhuma proteção UV, mesmo sendo um pouco mais caros. Estes produtos também não contam com lentes apropriadas. A maioria vêm com lentes com polarização insuficientes, que minimizam o brilho, mas não contam com propriedades anti-UV. 

Na hora de escolher os óculos de sol, quatro características são muito importantes: um rótulo ou etiqueta que indique 100% de proteção UV; lentes grandes o suficiente para proteger os olhos e as pálpebras; uma cor neutra, como os de lente âmbar cinza ou marrom, que não alteram as cores verdadeiras (especialmente o vermelho e o verde dos semáforos) e um modelo que envolva as têmporas, para proteger contra a luz que vem dos lados.

Marque sua consulta com o
Dr. Marcelo Vilar

Tem dúvidas ou quer uma segunda opinião?
Cadastre-se e ligamos para você.



Depoimentos

  • Vera Maria Porto

    Agradeço a Deus e ao Dr. Marcelo Vilar todos os dias. Gratidão! Não enxergava direito desde os dois ou três anos de idade. Passados quase 40 anos Deus colocou Dr. Marcelo Vilar no meu caminho. Sai da cirurgia enxergando absolutamente tudo. Uma sensação indescritível. Deus o abençoes e toda família linda.

  • Davi Souza

    Extremamente solícito e tem prazer em deixar bem detalhado todos os porquês por trás das tomadas de decisão. Apresenta as opções e detalha bem os prós e contras.

  • Jaqueline Sampaio

    Médico empático e assertivo, grande especialista na sua área, consegue compartilhar seus conhecimentos com desenvoltura e simpatia. Faço acompanhamento com ele desde que me mudei para Curitiba há 12 anos e tenho plena confiança em seu profissionalismo.

  • Tatiane Malaguti

    Recomendo excelente profissional, atencioso, fiz minha cirurgia para correção e miopia a 6 anos e tenho acompanhamento contínuo

  • Marcelo Fuga Fialho

    Excelente profissional, competência técnica unida a empatia e atenção. Recomendo! Equipe de atendimento, também merece destaque, gentileza e comprometimento.

  • Kelly Regina

    Recebi indicação do Dr Marcelo, de duas amigas que operaram com ele e hoje estão livres dos óculos, realizei a cirurgia a 5 meses e estou super feliz com o resultados e o atendimento.
    Medico muito atencioso, me deixou super calma, pois tinha bastante medo, me passou toda confiança e segurança com sua experiência e atenção, tanto no pré operatório quanto no pós. Só tenho a agradecer por toda dedicação e carinho.

  • Jucelia

    O Dr Marcelo supriu todas as minhas expectativas, fui desenganada achando que não teria solução para enxergar melhor e ele me diagnosticou com muita paciência e tirou todas as minhas duvidas. Hoje enxergo 100% graças a esse excelente profissional.

  • Flávia

    Minha mãe estava com catarata, quase perdendo a visão até que recebemos a indicação para o Dr Marcelo e ela realizou a cirurgia que tanto sonhava. Excelente profissional, pontual, competente, tira todas as dúvidas e super atencioso para com a minha mãe, com certeza o melhor!! Obrigada Dr, hoje minha mãe está livre dos óculos e pode enxergar com qualidade!

  • Janaína Lima

    A 5 anos descobri q tenho Ceratocone, passei por vários médicos que nunca me disseram sobre a cirurgia de implante de Anel de Ferrara. Estava crente que não voltaria a ter uma boa visão. Foi quando recebi indicação do Dr. Marcelo, realizei a cirurgia de Anel com ele há 1 ano e tive mais da metade da minha qualidade visual recuperada. Só tenho a agradecer. Cirurgia sem dor, durou 20 minutos e sai sem tampão ,vendo embaçado mais muito bem. Em 2 dias já estava na minha rotina diária. Muito feliz com o resultado e o carinho prestado por esse médico e toda sua equipe.

Fale com o Dr. Marcelo

Comece uma conversa

Clique para começar uma conversa no WhatsApp

A nossa equipe responde rapidamente de segunda a sexta-feira, das 8h as 19h.