30 de abril de 2017

Perguntas Sobre Tranplante de Córnea

O que é a córnea?

A córnea é uma estrutura transparente localizada na parte anterior do globo ocular ou seja na frente do olho.

Quando está indicado o transplante de córnea?

O transplante de córnea é indicado quando uma de suas características é perdida: transparência , curvatura ou regularidade.

Em casos de curvatura avançada onde a visão não é corrigida com lentes de contato e não ha indicação de anéis ou crosslinking, indica-se o transplante de córnea.

>>> Veja Também: Tudo que você precisa Saber Sobre Cross- Linking

Qual a melhor opção: Fazer o transplante de córnea com laser ou transplante de córnea manual?

Apesar de todos os benefícios relatados acima, um cirurgião experiente, usando uma córnea boa (bem preparada pelo banco de olhos) é capaz de fazer uma cirurgia convencional tão boa quanto um laser. No entanto, o uso do laser de femtosecond traz muitas vantagens e com o aprimoramento dos aparelhos e dos cirurgiões, não temos dúvida que essa técnica de transplante de córnea a laser vai aposentar as técnicas manuais dentro de alguns anos.

Quais são os problemas que acarretam a necessidade do transplante?

Cicatrizes pós trauma ou infecção (leucoma), edema de córnea (ceratopatia bolhosa), queimaduras químicas ou térmicas, ceratocone, distrofias.

transplante de córnea

Cicatriz de Herpes

Quais são os tipos de transplantes de córnea?

Os transplantes penetrantes são aqueles que substituem toda a espessura da córnea, enquanto os transplantes lamelares substituem apenas uma porção da córnea.

Quando se retiram os pontos?

Os pontos são retirados em duas situações: quando eles se soltam ou quando desejamos corrigir o astigmatismo que pode ocorrer com a cicatrização.

transplante de córnea

Pós-operatório recente de transplante de córnea

Onde retiramos os pontos?

A remoção de pontos é feita no consultório com anestesia de colírio.

Perco o transplante se tiver rejeição?

Não, o importante é o diagnóstico precoce. O diagnóstico e o tratamento precoce pois assim é possível reverter em grande parte das vezes somente com tratamento medicamentoso.

Quanto custa o transplante de córnea a laser?

O grande problema de fazer o transplante de córnea a laser (com o femtosecond) é o custo. Os aparelhos são muito caros, a tecnologia é nova, são poucos os hospitais que tem esse aparelho no Brasil, poucos médicos estão habilitados a operar com esse equipamento… isso tudo acarreta um custo elevado.

O laser de femtosecond pode ser usado em quais cirurgias?

Além do transplante de córnea, o laser de femtosegundo (ou femtosecond) é usado em cirurgias refrativas (cirurgias de miopia, astigmatismo ou hipermetropia pela técnica Lasik), na cirurgia de implante de anel intracorneano para ceratocone (anel de ferrara) e até na cirurgia de catarata.

Qual o risco que pode acontecer em um transplante de córnea?

O mais comum seria o astigmatismo pós operatório, que ocorre na maior parte dos pacientes. Mas com a retirada dos pontos guiados por exames de topografia esse efeitos podem ser minimizados. Outra complicaçào seria a rejeição do botão doador, mas que o paciente tem que ser muito bem informado sobre os sinais e sintomas para procurar atendimento o quanto antes, pois o tempo para iniciar o tratamento é primordial para obter a recuperação.

O que é uma rejeição?

Se o sistema imune do seu organismo reconhecer a córnea nova como estranha, ele começará a atacá-la, mais especificamente no endotélio, camada de células mais interna da córnea, que normalmente bombeia água para fora da córnea, sendo responsável pela manutenção de sua transparência. Uma vez o endotélio lesado a córnea transplantada retêm água ficando edemaciada (inchada) e opacificada.

A córnea rejeitada é expulsa?

Não. Simplesmente fica opacificada e embaça a visão. Se houver crescimento de novos vasos ou inchaço, pode surgir dor.

Quando a rejeição acontece?

A maioria acontece em um ano da cirurgia, mas pode acontecer depois.

O que são os sinais de advertência de rejeição?

Vermelhidão, sensibilidade à luz, diminuição da visão ou dor. Estes devem ser informados imediatamente.

Há tratamento para a rejeição?

Sim. Quando descoberta cedo, a rejeição pode ser revertida em 90% das vezes, pelo uso intensivo de corticóide tópico e outros medicamentos. É fundamental que seja comunicado imediatamente, qualquer sinal ou sintoma acima, desde que a sobrevivência do enxerto depende, sobremaneira, da descoberta e tratamento precoce dos episódios de rejeição.

Quem pode ser um doador de córnea?

Qualquer pessoa pode se oferecer para doar suas córneas. Mesmo assim, os familiares do doador sempre são consultados e precisam autorizar a doação. Por este motivo, caso você deseje doar suas córneas, comunique isto à sua família para que saibam de sua vontade.

Existe algum controle sobre a qualidade das córneas doadas?

Sim. Existe um controle rigoroso da qualidade das córneas doadas para transplante, a fim de evitar a transmissão de doenças infecciosas e para assegurar a boa qualidade do tecido doado.

Quem faz este controle de qualidade?

Este controle é feito pelos hospitais captadores e transplantadores das córneas, através de seus bancos de córneas, seguindo recomendações internacionais e em concordância com as normas do Sistema Nacional de Transplantes.