30 de outubro de 2013

Descolamento do Vítreo Posterior e Moscas Volantes

O que é?

A parte interna e posterior do olho é preenchida por uma substância gelatinosa e transparente denominada vítreo.

O Vítreo é uma espécie de “gelatina transparente” que preenche a parte interna do nosso olho e é formado basicamente de água. O vítreo fica aderido a retina e em algum momento da nossa vida ele se condensa ou se desprende da retina e nós passamos a enxergar esse pontos pretos ou cinzas chamados moscas volantes.

Essas condensações vítreas ficam flutuando no vítreo e quando mexemos rapidamente o olho eles se mexem também e fica mais fácil percebe-los. Também é mais fácil ver essas moscas volantes quando olhamos para uma superfície branca (uma parede ou uma folha de papel por exemplo) porque tem menos contrastes de cores e objetos.

Como são as “moscas volantes”?

Elas podem ter a forma de pontos (parecendo insetos), linhas (parecendo fios de cabelo), ou fragmentos de teia de aranha ou renda, que flutuam vagarosamente em frente aos olhos. As formas variam de pessoa para pessoa e podem se modificar com o tempo. Podem ser pretas, cinzas ou mais claras.

Os principais fatores relacionados ao descolamento do vítreo são: idade acima de 50 anos, miopia, trauma ocular, inflamação ocular ( UVEITE OU TOXOPLASMOSE).

As moscas volantes são preocupantes?

Em geral as moscas volantes NÃO representam nenhum risco para a visão da pessoa e não precisam de tratamento especial. No entanto, em raras ocasiões, quando o vítreo se descola da retina, ela causa um pequeno rasgo na retina e isso pode levar a uma condição chamada descolamento de retina, que é muito grave.

Como descobrir o problema?

O diagnóstico do descolamento do vítreo é feito com o mapeamento de retina e o ultrassom ocular. Durante o exame, é fundamental verificar a periferia da retina para avaliar a presença de roturas retinianas.

Os principais sintomas de descolamento do vítreo são:

-moscas volantes ou “floaters”,

-flashes de luz.

Como prevenir e tratar a doença?

O descolamento do vítreo, apesar do incômodo causado pelas moscas volantes, geralmente é benigno e não necessita de tratamento.

No entanto, pacientes com sintomas de descolamento do vítreo (moscas volantes e/ou flashes de luz) devem ser examinados o quanto antes para verificar o status da retina (se apresenta roturas e se está colada).

Nessa situação, as roturas de retina devem ser tratadas o mais rapidamente possível com laser (fotocoagulação) para diminuir o risco de descolamento da