12 de maio de 2014

Catarata…livre-se deste problema sem perda da sua qualidade de vida

É sempre muito importante esclarecer! Existem causas da cegueira que são irreversíveis, não têm cura. Para evitar a perda total da visão, o diagnóstico e acompanhamento precoce são imprescindíveis para que se mantenha boa qualidade de vida. Com a catarata, embora muita gente não saiba, é diferente. 36A doença é, de fato, a principal causa da cegueira. Porém, entre todas, é a única que pode ser curada. E graças ao avanço da oftalmologia, o acesso ao procedimento é cada vez maior, bem como a precisão das técnicas cirúrgicas.
A mais incrível entre todas as tecnologias substitui pelo Laser o que antes era feito pelo bisturi. O paciente sai andando do centro cirúrgico. Todo o procedimento demora 10 minutos. Apenas um colírio tópico é utilizado na cirurgia. No dia seguinte o paciente pode retomar boa parte de suas atividades. Volta a enxergar como nos tempos de juventude. Esta nova técnica cirúrgica, denominada LenSx, fabricada pelos Laboratórios Alcon, está presente ainda em poucos hospitais especializados do país, entre eles o Hospital de Olhos do Paraná, do qual fazemos parte do corpo clínico.
Vamos falar também um pouco sobre a catarata, já que muitas pessoas desconhecem a doença. A catarata é caracterizada pela opacificação do cristalino. Com esta alteração, que freqüentemente é progressiva, a imagem passa a chegar na retina com menor nitidez. A doença pode ser congênita, senil ou secundária. Na Catarata congênita, a criança nasce ou desenvolve a opacificação nos primeiros meses de vidas. Geralmente são causadas por doenças adquiridas pela mãe durante a gravidez com rubéola, toxoplasmose e outras.

A Catarata senil é a mais frequente e geralmente aparece acima dos 50 anos, como parte do processo de envelhecimento natural do corpo. As secundárias ocorrem por alterações metabólicas do cristalino, opacificando-o. As causas mais comuns deste grupo são diabetes, uveítes, traumas, excesso de radiação (UV ou outras), abuso de colírios com corticóides e choque elétrico entre outras causas mais raras. É muito importante ressaltar que o check-up frequente a partir dos 50 anos é fundamental, uma vez que a perda da visão pela catarata é imperceptível, porém progressiva. Além disto, não se deve deixar que um idoso perca a sua qualidade de vida, por conta de uma doença de fácil reversão.